Sunday, November 30, 2008

Os meus esforços para ser mulher


Solta assim e amparada por muitas mãos, eu quero você aqui dentro.
Se escapar momentaneamente, eu logo dou um jeito e engulo tudo de novo.
Não gosto de me sentir tola e sozinha. A minha novidade no mundo não é a originalidade, esse mito desgastado e puído pelo uso desmedido. Gosto de ser bem servida de vara.
Gosto de ser abusada.
Gosto de ser descarada (mas cara).
Gosto de ser mascarada, apertada, batida, espremida até gozar....
Gosto de ser chupada no rabo e na alma.
É defeito obedecer aos instintos?
Se sim, então sou defeituosa por demais! 

2 comments:

Anonymous said...

nòs duas somos muito defeituosas!

Santiago.Chile

Jonathan said...

é um defeito não ser defeituoso? Se for...não tenho defeitos.