Sunday, May 30, 2010

Wednesday, May 19, 2010

das vadias do sistema

A podridão exala!


Porém, seus odores fétidos são mal disfarçados com caros perfumes.
Elas - as vadias do sistema - são como viúvas elitizadas estilizadas, não esperneiam, não gritam, não ameaçam tirar a roupa em público pela liberdade que não desejam, em suma: não pensam. Apenas desfilam vestes caras e negras em corpos desprovidos de função vital alguma, trôpegas na "moral" mas muito bem calçadas (duplamente, triplamente, multiplamente, multimidiaticamente) e com caros óculos escuros e muito bem ensaiados silêncios.

As vadias podem facilmente tornar-se amigas de um vadio do sistema ou outro vadio qualquer; mas, para manter tal amizade, torna-se indispensável o concurso de uma pequena antipatia física entre ambos e de ambos para ambos.